SERVIÇOS

LINKS ÚTEIS

Praça José Amorim, 118, Centro
Olho d’Água das Flores/AL   CEP 57442-000
 
Atendimento ao Público
SEG à SEX : 8h às 13h

Copyright © todos os direitos reservados - 2017

SÍMBOLOS MUNICIPAIS

Bandeira

Nossa bandeira foi criada pelo Professor Valdemar Farias Abreu, quando prefeito de Olho d´Água das Flores, em 1968. Suas cores foram inspiradas nas tradições de nossa terra.
Retângulo verde - nossos campos verdejantes;
Losango branco - a pureza de nossa gente, a paz.

Brasão

O nosso Brasão é composto da seguinte representatividade:

 

Escudo Azul e Vermelho

Nosso folclore (azul e encarnado);
 

Estrela Central

Nosso principal clube - CEO


Ramos de Algodão e Milho

Principais culturas da época;

 

Legenda UNIO ET PAX

União e Paz entre os olhodaguenses


Coroa

Sistema de governo da época de nossa povoação - monarquia;

 

Datas: 20/10/1869 e 02/12/53

Inicio da povoação e Emancipação Política.

Hino Municipal

Letra: Prof. Pedro de França Reis
Música: Maestro Passinha

Surgiste ó Terra como por encanto
De um jardim florido de rosas multicores
O céu de opala te serviu de manto
Que Terra adorada Olho d’Água das Flores

Jubilosos teus filhos te veneram
Porque és orgulho desse cálido sertão
De todos os rincões que no Estado imperam
És tu cidade o mais belo rincão

És bela e forte, rica e majestosa.
Ficas encravada no sertão das Alagoas
Tu és pequenina, mas és valorosa.
Um hino de gratidão ao Criador tu entoas

Jubilosos teus filhos te veneram
Porque és orgulho desse cálido sertão
De todos os rincões que no Estado imperam
És tu cidade o mais belo rincão

Recebe, pois o nosso afeto.
O nosso carinho, a nossa dedicação
Em cada um de nós, vês um filho dileto
Erguendo-te um altar sempre em teu coração

Poesia

Autor: Olímpio Sales de Barro

"Depois de trezentos anos
que o Brasil foi descoberto;
Olho d’Água das Flores
ainda era um deserto;
Existia ali um monte,
e ao lado dele uma fonte,
com umas flores bem perto;
Naqueles tempos remotos, 
aqueles campeadores,
que uns chamavam vaqueiros
e outros chamavam pastores;
Ali sempre se juntaram,
por isso denominaram de
Olho d’Água das Flores."